quarta-feira, 23 de setembro de 2009

As verdades com 2600 anos de Thales de Mileto. O que você acha ?



Há alguns anos na busca da origem do Conheça-te a ti mesmo, que queria usar como ensinamento especialmente para empresas - pois este autoconhecimento para mim é a principal característica das empresas bem sucedidas - fui me deparar com Thales de Mileto, o cidadão acima.

Thales, além de ser o autor do Teorema Angular de Thales que todos aprendemos nos primeiros anos de colégio (a soma dos três angulos de um triângulo é 180°) foi também reconhecido como o primeiro dos 7 sábios da Grécia.

Viveu de 625 a 547 a.C, era matemático e filósofo, viveu num vilarejo que hoje faz parte da Turquia e sem que disto se faça muito alarde é considerado o Pai da Filosofia Ocidental.

Não é pouco e você ao ler mais um pouquinho este texto vai concordar com quem o classificou assim e entender esta minha mania de citar um sujeito que viveu há 2600 anos em palestras e aulas sobre marketing na era digital, sem me sentir nem um pouco estranho ao fazer isto.

Vou contar dois fatos para que você comece a se entusiasmar com o velho Thales.

A sua capacidade de correlacionar ângulos, triângulos, fazer medições fez com que ele previsse o primeiro eclipse do sol que não pegou uma população de surpresa.

Ao observar o céu ele disse que num certo dia de 585 a.C o sol seria coberto pela lua e o dia iria transformar-se em noite, para logo depois voltar a ser dia de novo sem maiores problemas.

Nesta época era um Deus nos acuda para as virgens em todos os cantos da Terra. Quando o sol sumia eram inúmeros os povos que tratavam de achar virgens para imediato sacrifício ao sol para propiciar a sua satisfação e a sua volta brilhante aos céus.

Não aconteceu mais isto em Mileto pois Thales provou que o que ocorria era muito natural dependendo apenas da criteriosa observação da órbita da Lua, do universo e da capacidade que se podia ter para entender o que ocorria.

Além de ser um amante do conhecimento, especialidade dos filósofos, Thales também amava a vida boa. Num determinado ano suas observações o levaram a crer que a colheita de azeitonas seria um recorde absoluto.

Tratou de arrendar todas as prensas azeitonas da região. Quando se deu a colheita ele deve ter ganhado só com a sua capacidade de observar o que ocorria na natureza muito mais do que seria um grande prêmio da megasena hoje.

Além de ser visto como inteligente e sábio foi reconhecido como um milionário o que o tornou, aos olhos de todos, ainda mais sábio e muito mais inteligente.

Um sofista, um tipo de filósofo dedicado a criticar tudo o que outras pessoas inteligentes afirmavam, decidiu confrontar Thales em seu território fazendo a ele perguntas diante de todos a espera de sua falha.

É preciso dizer que os sofistas viviam perambulando de cidade em cidade, reunindo estudantes, levando-os a pensar, e a repensar no que faziam. Isto é muito intrigante. Na minha vontade de achar explicações para tudo acho que havia alguma coisa na água ou no azeite gregos que os levavam a agirem assim... Nunca se pensou, se falou e se escreveu sobre temas tão variados.

Um dos mais notáveis sofistas foi Protágoras e dele é a frase : “O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são”.

Não eram em nada semelhantes aos oradores que ficam falando ao povo em cima de caixotinhos no Hyde Park. Era gente que pensava, que falava coisas profundas e inteligentes repetidas até hoje como verdades indiscutíveis.

Pois bem,o sofista de plantão de que se perdeu o nome pôs-se diante de Thales e fez a ele as seguintes perguntas e dele ouviu as seguintes respostas, na lata:

1. Qual é a coisa mais antiga?

- Deus, porque sempre tem existido

2. Qual é a coisa mais formosa?

- O Universo, porque é obra de Deus

3. Qual é a maior de todas as coisas?

- O Espaço, porque contem tudo o que foi criado.

4. Qual é a coisa mais constante?

- A esperança, porque permanece no homem depois dele ter perdido tudo o mais.

5. Qual é a melhor de todas as coisas?

- A Virtude , porque sem ela não existe nada de bom

6. Qual é a coisa mais rápida?

- O Pensamento, porque em menos de um minuto pode voar até o fim do Universo

7. Qual é a mais forte de todas as coisas?

- A Necessidade, porque faz o homem enfrentar todos os perigos da vida.

8. Qual é a coisa mais fácil?

- Dar conselhos

9. Qual é a coisa mais difícil?

Depois de pensar um segundo, Thales replicou:

- Conhecer a si mesmo

Você não concorda com ele?

4 comentários:

João Marcelo disse...

Pio, vou acabar pegando essa sua ¨mania saudavel¨ e sair citando tambem o nosso amigo Thales por ai....

Pio Borges disse...

Se você pensar bem, o Thales não existiu há tanto tempo assim... 2600 anos é uma piscadinha de olhos no tempo.
O Faulkner disse algo referente ao tempo que me tocou profundamente;
O passado não morre jamais. O passado nem mesmo existe...
Ele era meio estranho, mas quando pensamos mais profundamente, vemos que ele tem razão. TEM razão, e não TINHA razão.

Braulio França disse...

Pio, vou concordar com o Thales que nada é mais antigo do que Deus, mas o Deus dos Hebreus não existe, por que ele é! Nós e tudo mais existimos porque fomos criados por ele, portanto o criador é e a criação existe. Um abraço! Esse almanaque vai longe!!!

Francisca disse...

Te invito a escuchar el podcast de los blogs "¡Larga vida al Blog!"
http://largavidaalblog.blogspot.com/