sábado, 15 de dezembro de 2012

Nós - a turma do marketing - vivemos de fazer previsões e de buscar as suas confirmações na REALIDADE!!!


O ponto de interrogação foi a maior invenção gráfica. Somente quando o usamos podemos chegar a alguma conclusão.

Niels Bohr,disse um dia que "Previsões são muito difíceis, especialmente sobre o futuro..."

A frase é tão boa que para mim durante muito tempo parecia ser da autoria de Mark Twain, fazendo sarcasmo. Nunca poderia pensar no Bohr que era físico, mergulhado no estudo da física quântica que embora demonstrando o seu bom humor, falou com muita seriedade sobre esta questão de futuro.

Qualquer coisa que façamos ou empreendamos é uma atitude no presente que se projeta num futuro que antecipamos e que nos deverá ser favorável.


Fazer previsões é uma obsessão humana há milhares de anos. E as pessoas que fizeram previsões que se tornaram realidades ficaram para a História como sábios.

Os que erraram foram (ou serão) pouco a pouco deixados de lado.

Tales de Mileto, há 2600 anos, previu o primeiro eclipse solar para o dia seguinte, em 542 a.C. E como o eclipse ocorreu ganhou fama e prestígio e o primeiro lugar na lista dos 7 sábios da Grécia. E Tales pôde fazer muito mais, apoiado na fama de grande previsor e grande expositor de suas previsões.

Disse que a próxima safra de azeitonas seria um recorde, tratou de alugar todas as prensas de azeite da região e durante a safra a todo o azeite da região foi prensado pelo previsor que ia além das palavras.

No próximo dia 22 ou 23 de dezembro de acordo com os precisos matemáticos e astrônomos maias há a previsão de que o nosso mundo irá acabar.

Poucos acreditam nesta catástrofe, mas mesmo assim há milhares que estão preparados para enfrentar o anunciado fim do mundo.

EM QUE PREVISÕES SOBRE O SEU FUTURO VOCÈ TEM ACREDITADO?

Você poderia imaginar que a previsão de Stefan Zweig que nos anos 30 disse que o Brasil seria o país do futuro poderia estar se configurando agora em 2012?

O Domenico de Massi, que esteve no Brasil nos últimos dias, defendeu numa palestra na ESPM a que assisti que a maneira de ser do Brasil é o melhor exemplo a ser seguido - ou invejado - por todos os países do mundo.

Comparou o Brasil com "o resto do mundo" e nós nos saímos melhor (muito melhor) do que todos os demais. Tipo de "previsão" entusiasmante.

Uma sacanagem que fazem com os economistas dedicados a fazer previsões sobre os mercados é dizer que tanto eles quanto os meteorologistas se dedicam a fazer previsões sobre situações que podem ser sempre alteradas sem que nenhuma licença tenha de ser pedida a quem quer que seja.

E aí vem a sacanagem: Só que os meteorologistas podem sempre olhar pela janela...

E ver o que pode acontecer num futuro próximo, simplesmente olhando pela janela, quase ninguém pode fazer.

Há poucos meses houve uma infestação de lojas que vendiam sorvetes de iogurte. Todos acreditavam no sucesso de seu empreendimento. Em 2012 poucas destas lojas novas permaneceram abertas.

E como as iogurterias quantas outras atividades têm passado pelo mesmo processo?

Grande magazines históricos no Brasil foram à falência, grandes lideranças empresariais caíram do paraíso em que viviam substituídos por novos gênios de plantão que deveriam ter como UNICA CERTEZA que os tempos mudam sem qualquer compromisso com os sucessos passados do mesmo empreendedor.

Neste mundo mutante gente também muda radicalmente para entusiasmo de alguns seguidores de sua fase beta e imensa decepção dos "companheiros" de primeira hora que vêem o bom tempo cobrir-se de nuvens negras que só eles percebem.

Um dos primeiros presidentes de nossa república cunhou a frase "Confiar, desconfiando", que se fosse seguida talvez tornasse a vida menos prazerosa - pois a desconfiança tende a diminuir o entusiasmo seja pelo que for - mas ao desconfiarmos teríamos escapado das últimas grandes decepções que sofremos como povo.

O confiar, desconfiando por isto mesmo serve para tudo. Do marketing ao mercado. E com grande destaque para gente também.

Protágoras disse há alguns milênios de forma intrigante até hoje - e que poderá levar você a pensar por um bom tempo:

O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são."

2 comentários:

Pio Borges disse...

A frase foi e é tão intrigante que Protágoras foi expelido da sociedade ateniense sob a acusação de ateísmo!

Fugiu para a Sicília, que hoje ainda parece parte da Grécia antiga, com ruínas muito bem conservadas.

Além de ser a terra de Arquimedes, que foi mais sábio do que todos os sábios da antiguidade juntos...

Pio Borges da Cunha disse...

Melhor festejar um grande acontecimento antes de que que traga todos os seus grandes efeitos: O grande acontecimento é a renúncia de Bento XVI ao papado.
Não é um simples papado, se podemos simplificar a liderança de uma religião com quase 2000 anos.
Bento XVI está revolucionado a religião ao renunciar ao papado.
Tudo será diferente com o novo Papa. E vai ser melhor.